Cingapura : O Guia Definitivo

Hello :)

(Como inglês é o idioma oficial principal de lá, o “oi” fica sem graça)

Muito bom fazer um artigo sobre um dos Tigres Asiáticos, lugar que me surpreendeu tanto, positivamente, lógico. :)

Cingapura assim como Mônaco e a Cidade do Vaticano são as três únicas cidades-estados do mundo. E você já deve saber que o Vaticano e Mônaco são dois lugares riquíssimos. E Cingapura não fica pra trás. É o país número um do mundo em quantidade de famílias milionárias per capita.

É um país insular, composto por 63 ilhas do incrível e amado Sudeste Asiático. :) Fica na Península Malaia, separada da Malásia por um estreito, o estreito de Johor. Possui uma população de 5 milhões de habitantes. A maioria é chinesa, seguida por malaios e indianos.

Sendo que metade são imigrantes e a outra metade já são descendentes nascido no local. Há quatro idiomas oficiais: Inglês, Chinês, Malaio e Tâmil (este último é o idioma utilizado no sul da Índia e no Ski Lanka).

Cingapura fez parte de vários impérios, mas o que mudou radicalmente o futuro das ilhas foi quando a Companhia das Índias Orientais Britânicas fundou um posto comercial em 1819.

Em 1824, eles obtiveram a soberania completa das ilhas. Ser colônia nunca é uma boa opção, mas se puder escolher, eu arriscaria dizer que ser colônia da Inglaterra é a melhor opção.

Pelo menos muito melhor do que ser de Portugal. :)

Porque para os ingleses explorarem, eles muitas vezes constroem toda uma infraestrutura no lugar, o que ajuda demais no urbanismo e no crescimento organizado da cidade.

Quando ir a Cingapura

As "Super Tree Grove" no Gardens By The Bay
As “Super Tree Grove” no Gardens By The Bay

Você pode ir qualquer época!

Cingapura fica um pouco a cima da linha do Equador, logo, o clima dela é quente e úmido o ano todo. Assim como a região norte do Brasil.

As médias anuais vão desde 25 até 30 graus Celcius, em sua época mais quente que é Abril e Maio. Podendo chegar a 24 graus e 32 graus dependendo do mês.

Abril é tido como o mês mais quente nos países do sudeste asiático.

Isso mostra que independente dá época que você for, você irá pegar altas temperaturas, bastante úmida e algumas chuvas espaçadas em sua estadia pela ilha.

Novembro a Janeiro – São os meses que chovem menos dias, mas quando chove geralmente é uma chuva mais forte. E é bastante ensolarado essa época.

Fevereiro a Outubro – São quando ocorrem as moções do Sul. O volume de milímetro de chuva é menor, mas a ocorrência dela é maior. Porém as temperaturas são basicamente as mesmas.

Eu fui uma vez em Dezembro e não houve nenhum chuva, ao contrário, dias bem ensolarados e com o céu limpo. Ótimo para fotos!

E a minha segunda vez foi em Março. Quando cheguei estava chovendo tanto que na hora da aterrissagem eu nem conseguia ver a pista direito.

Por isso que assim como o Norte do Brasil, você pode ir numa época menos chuvosa e mesmo assim pegar dias feios e com bastante chuva.

Esse é o “problema” dos países e cidades que ficam perto do equador, mas o bom é que isso não impede de forma alguma o turismo pelo local :)

Visto para Cingapura

São concedidos na chegada ao país. 

Assim como a maioria dos países do Sudeste Asiático, Brasileiros não precisam tirar vistos antecipadamente. Isso é muito bom, né? Uma burocracia a menos :)

A validade do visto de turista é de 30 dias corridos contando a partir do dia em que você entrou.

Para obter o visto de Cingapura os documentos necessários são:

  • Passaporte com no mínimo 6 meses de validade, em relação ao dia da entrada no país;
  • Certificado Internacional de Vacina Contra a Febre Amarela – Esse certificado é expedido única e exclusivamente pela ANVISA;
  • Passagem de saída de Cingapura. Pode ser a volta para o seu país ou de ida para o próximo destino.

Com esses três documentos você dificilmente terá problema para entrar no país.

Os oficiais são ótimo e bem humorados.

Tem até bala na mesa dos oficiais de imigração que você pode pegar a vontade. :)

Como Chegar em Cingapura

MICA - Prédio dos Ministérios da Comunicação, Arte entre outros. Há várias galerias de artes dentro do prédio.
MICA – Prédio dos Ministérios da Comunicação, Arte entre outros. Há várias galerias de artes dentro do prédio.

Cingapura é um ilha com um tráfego aéreo intenso. E sua companhia aérea Singapore Airlines, é umas das melhores do mundo. Com voo para mais de 100 destinos.

Você pode chegar por via aérea, terrestre ou marítima.

Avião

Se você vem da Europa ou Brasil, essa com certeza será seu meio de transporte.

Mesmo quem esteja pelo sudeste asiático, eu acho essa a melhor opção usando a querida AirAsia, melhor empresa low cost aqui da Ásia. Muitas vezes as passagens estão com os mesmo preço que os ônibus. Se for comprado com uma certa antecedência. O voo é super tranquilo e as aeronaves geralmente são novas.

Ônibus

Tem ônibus partindo de Kuala Lumpur a todo momento para Cingapura, com vários horários de partida. A viagem dura em média 6 horas.

Site para procurar passagem de ônibus para Cingapura

Trem

Você pode ir de trem partindo desde Bangkok, Kuala Lumpur e Penang, entre outras cidades no meio do caminho, até Cingapura. A viagem vai ser bastante longa e com várias paradas ao longo do caminho. Mas é uma opção :)

De Kuala Lumpur, você pode pegar um trem noturno, que dura em média umas 8 horas e de manhã cedinho você chega em Cingapura.

Esse é geralmente o meio mais barato de chegar a Cingapura se estiver na Malásia ou Bangkok.

Como sair do aeroporto de Cingapura

Geralmente chegamos bem cansados no nosso destino e ainda por cima, muitas vezes, temos que adivinhar onde ficam os táxis, ônibus, metro, pois muitas vezes as sinalizações são péssimas dentro dos aeroportos.

Em Cingapura você não terá esse problema, é tudo muito bem sinalizado.

Metrô (MRT Mass Rapid Transit)

Tem um Skytrain, que ligam os Terminais! Em muitos aeroportos, você precisa pegar táxi de um terminal para o outro. E o melhor, é de graça.

Esse mesmo SkyTrain leva você para a linha de metro que fica dentro do aeroporto.

Caso seu hotel fique perto de alguma saída de metro. Essa com certeza é a melhor opção! Não apenas porque é muito mais barato que táxi, mas principalmente porque é o meio mais interessante e, com certo conforto, para ter as primeiras impressões da cidade e do povo.

Isso se você não estiver com uma mala gigante e conseguir leva-lá no metro.

O meu hotel ficava a pouco menos de 1 km da estação de uma estação metro. Mesmo assim eu preferi pegar o metro para essa estação e de lá, pegar um táxi, muito mais barato e rápido.

Ônibus

Há várias linhas de ônibus que saem do Aeroporto de Changi para vários pontos da cidade. Os ônibus assim como o Metrô tem ar condicionado.

Você precisa ter o valor certinho da passagem em Dolar de Singapura, pois eles não tem troco.

A linhas mais útil para os turistas é a 36. Sai de todos os terminais do aeroporto e vai para a área Suntec, área que fica a Marina Bay. Você pode pegar esse mesmo ônibus para voltar ao aeroporto.

Ele para em todos os terminais então fique atento e/ou pergunte ao motorista sobre seu terminal.

Este ônibus é de passageiro comum, não é um ônibus exclusivo para o aeroporto, por isso não tem muito espaço para bagagem. Mas ele cumpre seu papel.

Táxi

As duas vezes que fui para Cingapura utilizei metro, mas no site de viagem MauOscar eles dão uma dica muito boa que é: o caminho mais bonito e rápido para chegar no seu hotel em Cingapura é pela ECP (East Coast Parade).

Estadia em Cingapura

Se não for a mais, uma das piscina com borda infinita mais famosa do Planeta, Fica no topo do Hotel Marina Bay Sands.
Se não for a mais, uma das piscina com borda infinita mais famosa do Planeta, Fica no topo do Hotel Marina Bay Sands.

Agora vem a parte da “Dolorosa”. Tem que ter, né? Primeiro mundo com valor de sudeste asiático, aqui não! :)

Por ser um dos centros financeiros mais importantes do mundo, existe muito estrangeiro na cidade. Principalmente os que vão pela quantidade e qualidade do business que a cidade oferece.

E fora isso essa ilha ainda tem o problema de ser pequena ou seja, é muito, mas muito caro comprar terreno para fazer hotel, ou qualquer outro empreendimento, e geralmente quando eles fazem isso o hotel é um grande hotel e com a diária cara.

Com isso os preços dos hotéis costumam ser caros. Principalmente se compararmos com os hotéis dos países ao seu redor. Como Tailândia, Malásia e Indonésia.

Mas também por outro lado, essa é uma oportunidade,se você quiser e o dinheiro der, de você usar o hotel de Cingapura não apenas como “um lugar para eu dormir” e sim “transforma-lá em uma grande experiência”

Regiões para ficar em Cingapura

Marina Bay

É o lugar queridinho da cidade, por conta do Hotel Marina Bay Sands, e todo o complexo que realmente é incrível, e falo melhor dele no próximo. E também pelos dois outros hotéis que são: The Fullerton Hotel, o clássico, e o The Fullerton Bay Hotel, este tendo um ar moderno.

Essa região está na baía formada pela foz do Singapore River.

É a região para quem está com um bom orçamento, já que nessa região se concentra a maioria dos hotéis 5 estrelas e também os pontos de interesses modernos, a uma curta distancia, dá para fazer o turismo a pé.

Chinatown

Nunca vi uma chinatown, tão organizada, limpa e agradável. Também com tantas leis severas em relação a limpeza da cidade, que ou os chineses entravam nos “eixos” ou iam gastas rios de dinheiro com a quantidade de multas que levariam todos os dias.

#Curiosidade: Não é permitido a venda de chiclete no país, se você levar na mala, e a alfândega te parar, certamente será confiscado. Ah.. e se cuspir no chão paga multa também. São muitas leis para manter essa cidade impecável do jeitinho que ela é. :)

Como a maioria da Chinatown, ela fica no coração da cidade. Fica ao lado da região Business District e a alguns quarteirões da área do Marina Bay. Já deu pra perceber que os principais locais ficam bem perto um do outro. :)

Little India

Little India é o único bairro étnico, ou melhor o único lugar de Cingapura, que eu conheci, que é uma bagunça!

Pra falar a verdade, eu achei essa região bem esquisita, fui a noite e não achei um lugar seguro. Mas segurança é algo bem subjetivo.

Eu não indicaria a hospedagem nessa região, principalmente se você está sozinha e é mulher. Porque é literalmente uma Índia dentro de Cingapura, com os indianos com aqueles olhares chatos para com as mulheres.

Mas também tem muitas opções de albergues baratos nessa região e se você tem verdadeira paixão pela Índia mas nunca teve a oportunidade de conhece-la, aqui você se sentirá como se estivesse lá. :)

Riverside

É uma região bem jovem e onde fica a maior parte da vida noturna na cidade que são ficam na: Clarke Quay, Boat Quay e Robertson Quay.

Tanto a Clarke Quay como a  Boat Quay têm linha de metrô, o que ajuda bastante para fazer turismo pela cidade.

É uma região que tem hóteis com preço médio para alto e albergues com ótimos preços, então se você não se preocupa em compartilhar quarto ou banheiro. Lá é uma ótima opção.

Civic Dristict

Muitas pessoas que vão tratar de negócios na cidade estado se hospeda nessa região, já que vários prédios administrativos do governo ficam por lá.

Mas também é nesse bairro que está a parte histórica da cidade, com alguns museus, um forte e está a pouca estações tanto do Marina Bay como dos bairros étnicos.

Por ser um local muito voltado para os negócios, a noite ele não é tão badalado como o Marina Bay e a Orchard, mas longe de ser um lugar perigoso.

Nessa região tem hotéis e albergues, logo tem para todos os bolsos. :)

Orchard

A orchard é o coração “phyno” de compras da cidade estado quiçá da Asia.

Ela é a avenida com as lojas mais chique do país.

Para quem tem um bom orçamento, aqui é uma ótima opção se seu foco ao vir em Cingapura é fazer compras das marcas famosas como Louis Vuitton, Miu Miu, Hermès… e as várias lojas conceito que tomaram todas as casas e prédios da rua.

Ela está bem servida de metrô e a uma curta distância dos pontos turísticos da cidade.

Orchard Road, não é uma simples rua de compras, é A rua de compras. A rua que tem mais lojas de marca por metro quadrado do país.
Orchard Road, não é uma simples rua de compras, é A rua de compras. A rua que tem mais lojas de marca por metro quadrado do país.

Kallang e Geyland

São conhecidas pelas quantidade de ofertas gastronômicas, principalmente da cultura chinesa, mais tradicional e/ou com bons pratos de frutos do mar. Seguida pela indiana.

Ela não é uma região que faz parte do roteiro de quem viaja para a cidade, até porque não tem a mesma organização e beleza arquitetônica que os outros bairros têm.

Fica um pouco distante do centro, mas procure ficar perto da estação de metrô e está tudo certo.

Foi nessa área que achei um hotel com o melhor custo/benefício. Me hospedei nele as duas vezes que fui a Cingapura.

Agora se você quer curte a vida noturna na cidade, não aconselho ficar nesse bairro. Pode ser que as corridas de táxi para voltar ao hotel, não compensem a economia com o hotel.

Changi

É o nome do aeroporto e o nome da região em que ele fica.

Fica longe do centro, mas se você só vai fazer uma parada rápida e seu voo é muito cedo, pode ser uma opção.

Dica: escolha um hotel que fique perto de alguma estação de metrô, para que a economia com o hotel valha a pena.

Sempre reservo Hotel por essas duas grandes empresas e nunca tive problemas:

Procurar Hotéis pelo Agoda (site em inglês, porém muitas vezes mais barato)clique aqui
Procurar Hotéis pelo Booking (site em português) clique aqui.

Como se locomover em Cingapura

Essa cidade é tida como bem organizada mundialmente falando. E para levar esse título uma das categorias mais importante no mundo atual é: transporte público e trânsito.

Cingapura foi a primeira cidade no mundo a instalar em suas principais ruas e avenidas pedágios eletrônicos.

Para você dirigir um carro, precisa de uma autorização previa do governo, se não, você comprará um carro e não poderá tirá-lo da garagem. De acordo com o seu pedido o governo pode ceder ou negar seu pedido. Salvo engano, a cada 10 anos é preciso solicitar novamente ao governo a concessão.

Por conta dessas medidas e de várias outras, dificilmente a cidade tem aqueles congestionamentos loucos que ocorrem em Recife e São Paulo.

Você pode se locomover facilmente de Metrô, Ônibus, Táxi e/ou a Pé.

Metrô (MRT)

A primeira vez que fui, fiz todo o meu turismo, os lugares que queria conhecer, tudo utilizando o metrô quando a distância ela longa e o restante a pé.

O metrô tem uma qualidade incrível.

Todos com ar condicionado e bem conservados.

Ônibus

Não utilizei esse modal, mas verifiquei que todos eles tinham ar condicionado e um ótimo estado.

O bom de utilizar ônibus ao invés de trem é que você vê todo o caminho por onde passa.

Táxi

Os táxis não são tão caros. Achei um preço bom.

São carros em bom estado, não são “caindo as pedaços” como em Kuala Lumpur.

Mas saiba que depois das 6 horas da noite tem adicional. E sempre que você passar por um pedágio no centro da cidade, será cobrado também.

A Pé

Eu acho o máximo quando a cidade é projetada de uma forma que possibilitem as pessoas o direito de caminhar pela rua, se assim elas quiserem e puderem.

O melhor modal que existe.

Essa é a melhor forma se você assim como eu, gosta de sentir a temperatura da cidade, o ritmo como as coisas acontecem e como as pessoas se movimentam e reagem aos acontecimentos cotidianos.

Acho mágico!

Me sinto tão próxima àquelas pessoas e aquele tipo de vida.

No segundo dia eu já me sinto um pouco do lugar, porque sei que seu “Zé” trabalha naquele café, e aquela garçonete gentil o horário dela é a tarde, que as 17 horas é o horário com mais gente fazendo happy hour.

Esses detalhes que enchem nossa viagem de história e vida. Muita vida!

O que fazer em Cingapura

Nossa o que não falta é programações e mais programações para se fazer por lá. Vou falar de todas que fui e as que mais gostei.

Marina Bay Sands Hotel

Desde 2010 o skyline e os turistas da cidade ganharam um mega novo complexo na baía de Singapura. O hotel Marina Bay Sands além de um shopping, um cassino e um museu. Tendo a maior e mais alta piscina do mundo com borda infinita.

Vista do hotel Marian Bay Sands. Ao lado do famoso Merlion.
Vista do hotel Marian Bay Sands. Ao lado do famoso Merlion.

Sands SkyPark Ku De Ta Restaurant

Ao invés de você pagar para ir ao observatório localizado no 57º andar do Hotel Marina Bay Sands, vale muito mais a pena ir de graça ao restaurante Ku De Ta, ou o restaurante da piscina.

Pedir algum drink ou alguma bebida e apreciar a incrível vista do hotel, tanto para a cidade, quanto para a baía e o Gardens by the bay. E claro, tirar várias fotos.

#Dica: Se for a tarde vai arrumadinho, mas a noite tem que ir mais chique. Não pode ir de havaianas em horário algum.

Vista do Restaurante Ku De Tá para a baía e para o Gardens By The Bay.
Vista do Restaurante Ku De Tá para a baía e para o Gardens By The Bay.

ArtScience Museum

Museu em forma de flor de lótus que faz parte do complexo do Marina Bay Sands.

Gardens By The Bay

É um parque que tem 101 ha de aterro marítimo no centro de Singapura. Tem jardins com vegetação de vários lugares do mundo.

Ainda conta com duas estufas gigantes. Flower Dome (Cúpula das Flores) e a Cloud Forest (Floresta das Nuvens).

As 19:45 todos os dias tem um show com música e luzes nas Supertree Grove.

Gardens By The Bay e atrás o Hotel Marina Bay Sands
Gardens By The Bay e atrás o Hotel Marina Bay Sands

Wonder Full Light and Water Show

É um show de laser e água e música que ocorre todos os dias as 20h; 21:30 e 23h em frente ao shopping “Shoppes” do Marina Bay Sands. É de graça.

Show de luzes e música nas águas da baía de Cingapura.
Show de luzes e música nas águas da baía de Cingapura.

Merlion Park

O Símbolo de Cingapura é o Merlion, um animal com a cabeça de um leão e o corpo de um peixe fica em frente ao complexo histórico do Fullerton. Ele é muito fofinho e perto dessa imagem tem várias lojas para lanches e uma loja só de souvenirs de Cingapura.

Acho lindo esse símbolo. As duas vezes que estive em Cingapura fui aí.

E também é um ótimo lugar para fazer boas fotos do Marina Bay Sands, que fica do outro lado da baía.

Um dos Símbolo de Cingapura o Merlion
Um dos Símbolo de Cingapura o Merlion

Singapore Flyer

Atualmente é a maior roda gigante do planeta. E dizem que em dias com boa visibilidade da até para enxergar a Indonésia e a Malásia.

Orchard Road

Assim como Nova Iorque tem a 5th avenida e Paris tem a avenida Champs-Élysées, Singapura não fica para trás com a sua chiquérrima e “phyníssima” Orchard Road.

Com uma calçada enorme dos dois lados e incontáveis lojas e shoppings.

Você não precisa sair de um shopping para entrar em outro, os que ficam lado a lado se comunicam e você não precisa ir para a calçada para entrar no próximo. Os arquitetos já fizeram isso por conta das altas temperaturas anuais.

A única casa que não é comercial de todas a Orchard road é a Embaixada da Tailândia.

Algumas lojas e a calçada bem larga da Orchard Road
Algumas lojas e a calçada bem larga da Orchard Road

Chinatown

É um ótimo lugar para você você comprar lembrancinhas por um preço justo, e também conhecer o templo

Arab Street

Essa rua é linda demais, amei ter conhecido! Bairro com cultura Árabe e Turca, que abriga a incrível Sultan Mosque. Fora isso o lugar tem várias pinturas maravilhosas pelas paredes de artistas locais, e lojas conceitos com estilos únicos e ótimos bares para fazer alguma refeição.

Arab Quart - Lugar imperdível para quem gosta da cultura e da comida de alguns países do oriente médio
Arab Quart – Lugar imperdível para quem gosta da cultura e da comida de alguns países do oriente médio

 Little India

Dos bairros étnicos esse foi o único que menos curtir. Mas ele é bem temático e realmente parece uma cidade da Índia. Com sua desorganização. É interessante e se você pensa em comprar um sari ou experimentar alguma comida indiana lá é o lugar.

Botanic Garden

Jardim Botânico de Singapura é gigante, super bem cuidado e de graça. Mas se você quiser entrar no Orquidário precisa pagar.

Jardim Botânico, uma das entradas.
Jardim Botânico, uma das entradas.

Singapore Zoo

Zoológico de Cingapura fica na ilha de Sentosa. Ele sempre está entre os melhores zoológicos do mundo no TripAdivisor

– Local onde se encontra o parque da Universal Studios. Por lá também há praias para banhistas.

Night Safari

Safari feito à noite para quem se interessa em ver os hábitos noturnos dos animais. Você pode fazer a pé ou de trem. Como o zoo é gigante, é melhor utilizar o trenzinho.

Jurong Bird Park

Eu também não fui para esse parque. Ele é o maior parque de aves do mundo.

National Museum of Singapore

Museu que fala sobre toda a história de Singapura desde quando ela era apenas uma vila malaia.

Fonte da Riqueza

A maior fonte do mundo. Fica em frente ao Shopping Suntec City.

Singapore River Cruise

Passeio de barco pelo rio e você pode descer na Clarke Quay. É ótimo para ver a cidade por um outro ângulo

Clarke Quay

A noite os bares se encher de luz e música e ganha uma vida e um astral incrível. Um ótimo lugar para tomar uma cerveja e jantar por lá antes de voltar para o Hotel.

Barcos chegando no Clark Quay
Barcos chegando no Clark Quay

Sentosa

Sentosa é uma ilha exclusiva para a diversão, principalmente, e tomar banho de mar e sol. Tem um parque da Universal Studios e várias atrações para crianças e adultos.

A praia não é lá essas coisas, não se tem a vista mais agradável do mundo, já que se você olhar a diante do mar verá várias plataformas do porto. Praia realmente é melhor deixar para as Filipinas, Tailândia e Indonésia.

É interessante ir para lá se você estiver com crianças, mas se tiver pouco tempo pela cidade, eu não indicaria.

Você pode chegar na ilha de Cable car ou pegar um metro e ir andando, por uns 20 minutos até chegar na ilha.

Para mais informações sobre Sentosa indico que você acesse nesse link o site oficial da ilha.

Entrada da Ilha de Sentosa
Entrada da Ilha de Sentosa

Onde comer em Cingapura

A mistura cultural de Cingapura também à mesa.

Tem desde barraquinhas em chinatown até restaurantes da mais alta gastronomia do mundo.

Praticamente todos os meses vários bares abrem suas portas na cidade.

Como a culinária local não foi algo forte na minha viagem, indico a vocês a leitura do artigo sobre comer e beber em Cingapura que a Mari Campos fez tão bem.

Onde comprar em Cingapura

Os três lugares chaves para compra são:

Orchard Road

Como já falei antes, o lugar que tem mais lojas juntos por metro quadrado na cidade pais. Tanto de lojas super famosas e finas como também, lojas locais e de conceito.

Shoppes

O Shopping do complexo Maria Bay Sands e um ótimo lugar se você procura pelas lojas famosas como Loius Vitton, Miu Miu, Prada, Channel, Gucci…

Algumas lojas do Shopping do complexo do Marina Bay.
Algumas lojas do Shopping do complexo do Marina Bay.

Chinatown

Se você quer algo local ou apenas lembrancinhas, a Chinatown é o lugar

Quanto tempo ficar em Cingapura

Em 3 dias completos dá para você conhecer bem a cidade, mas se quiser curtir o Parque da Universal ou as praias da Ilha Sentosa, 4 dias será melhor, para não fazer as coisas correndo.

Valeu a pena ir para Cingapura?

Nossa! Muito! Foi uma surpresa incrível.

Por mais que, antes de ir, eu já tinha ouvido falar que ela era chamada de “cidade jardim” e que era extremamente organizada. Mesmo assim me surpreendi muito ao chegar e viver a experiência dessa cidade tão única, limpa, arrumada, chique do sudeste Asiático.

E você, já foi para Cingapura? Ficou alguma dúvida? Tem mais alguma informação que você adicionaria a este guia?

Deixe um comentário que farei questão de responder a todos :)

Até a próxima viagem!

Imagens: Arquivo pessoal

2 Comentários


  1. Sabe a viagem dos sonhos? Para mim é a Ásia. Fico muito feliz quando vejo posts e matérias sobre Cingapura. Eu sinto que deveria começar por lá (e aproveitar para dar um pulinho na Malásia!). É como se um pedaço da Ásia estivesse nessa cidade-estado. Estou certa? Sinto que pode ser muito legal, principalmente o Gardens by the Bay. Acho bacana conciliar cidade e natureza dessa maneira. Bom, seu post acaba de me motivar a planejar uma viagem muito em breve para a Ásia. Obrigada.

    Responder

    1. Opa, Patrícia,

      A Ásia é o continente que mais me encanta também. Adoro explora-lá e sempre me surpreende positivamente. :)

      Cingapura é realmente incrível, não só um pedaço da Ásia está nessa cidade-estado, mas você encontra traços de vários lugares do mundo por suas esquinas.

      Espero em breve saber notícias suas de sua viagem por lá.

      Abraço e Vamos Partir!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *